WEB News

Versão digital do Jornal Impresso INTECH News

Junho / Julho / Agosto - 2013 / Ano3 / Número 11

CAPA

Obras com tecnologia HDD marcam os 15 anos da INTECH Engenharia

A INTECH está completando sua primeira década e meia de atuação em 2013. A data será marcada por algumas comemorações e, tecnicamente, é hora de relembrar o vanguardismo da empresa em áreas chave da infraestrutura brasileira. Uma delas é o uso da perfuração horizontal direcional (HDD), médodo não destrutivo (MND) que vem sendo adotado pela companhia desde a sua fundação em 1998. A metodologia tem sido aplicada principalmente para a instalação de dutos de aço carbono de grandes diâmetros em travessias e cruzamentos e aproximações de praia (shore approaches), além da utilização para a ativação de tubulações de polietileno de alta densidade (PEAD). Com um histórico de projetos nos segmentos de óleo e gás, mineração, biocombustíveis, energia elétrica, telecomunicações e saneamento, as equipes da INTECH também vêm atuando em setore

s de descontaminação de solo e perfuração de poços de petróleo. O rol de grandes projetos inclui desafios diferenciados. É o caso da instalação de 4 dutos de PEAD de 180 mm de diâmetro, numa extensão de 500 metros sob a Lagoa da Barra da Tijuca. Executada em 1999, a obra permitiu a instalação de cabos de energia elétrica para uma concessionária de energia fluminense. Também é o exemplo da instalação de um gasoduto de 18 polegadas de diâmetro na transposição das Serras de Piraputanga, Cachoeirinha e Palmeira, maciços rochosos com comprimentos, respectivamente, de 896, 947 e 867 metros.

Outro projeto marcante envolveu as travessias do Rio São Francisco, com uso de uma sonda instalada na Ilha dos Mauros, em dois lances de aproximadamente 1,5 mil e 1,1 mil metros, permitindo a instalação de um gasoduto de 26 polegadas. Também podem ser listadas as travessias dos Rios Macaé e São João ( 730 e 770 metros, respectivamente) para o gasoduto de 38 polegadas. Essas duas últimas fizeram parte do projeto GASDUC III, a tubulação de maior diâmetro instalada no Brasil por HDD nessa extensão. Dentre as obras mais importantes da INTECH destacam-se ainda projetos como a travessia do Canal de Santos para instalação de duas adutoras em PEAD com comprimento aproximado de 1 km e diâmetros de 280 mm e 140 mm.

Igualmente desafiadoras foram as quatro aproximações de praia (shore approaches) no Espírito Santo. Do quarteto, duas foram executadas no Terminal Norte Capixaba, na Praia de Barra Nova, em São Matheus. A execução compreendeu dois dutos com 700 metros de comprimento cada e 18 polegadas de diâmetro. A terceira aproximação de praia fez parte do projeto Camarupim, na praia de Cacimbas, em Linhares. Tratou-se de um duto de 24 polegadas e 880 metros de comprimento.

A quarta delas foi executada para o projeto Sul Capixaba, na Praia do Além em Anchieta. Essa última envolveu um duto de 10 polegadas e comprimento aproximado de 1,1 mil metros. Todas as quatro, executadas em rocha, tiveram a Petrobras como cliente. Mas a história não acaba aqui.



CONTEÚDO EXCLUSIVO DO SITE

Multiflexível, INTECH tem obras em setores diversificados

O relacionamento da INTECH com grandes empresas brasileiras e internacionais tem marcado a atuação da companhia. A Petrobras, por exemplo, tem sido grande parceira no desenvolvimento e cooperação tecnológica em HDD. Exemplo disso é a operação pioneira de perfuração de 6 poços de Petróleo em reservatórios rasos no Campo de Dom João Mar, utilizando os equipamentos de HDD com profundidades de 1,5 mil e 3 mil metros. Outra frente de parceria com o Consórcio Etanol são as recentes travessias em solos rochosos dos rios Mogi Guaçu e Jaguari, no interior de São Paulo para instalação de um etanolduto de 24 polegadas.

A flexibilidade de operar em cenários tão diversos também pode ser comprovada nas obras realizadas para a Eletropaulo, na grande São Paulo e em locais distantes de Minas Gerais, para o avanço de dois grandes minerodutos: o Minas-Rio, da Anglo American, e o terceiro mineroduto, da Samarco. Aliás, os cenários complexos sempre demandaram a intervervenção da INTECH no segmento de HDD. A empresa foi contratada para a instalação de trecho do mineroduto de 20 polegadas em área urbana numa extensão total de 722 metros no Espírito Santo.

O projeto reduziu ao máximo a interferência da obra com a comunidade da cidade de Jerônimo Monteiro. Para a Daimler Chrysler, a empresa utilizou o método de direcionamento a cabo em perfuração horizontal direcional de médio porte. Nesse projeto de descontaminação, o escopo envolvia a execução de furo para instalação de tubo para drenagem oleosa sob a fábrica da empresa automobilística. Concluída em 2006, a obra teve como desafio superar a interferência provocada pelo piso industrial de concreto armado e equipamentos existentes na fábrica de caminhões.

HDD está no DNA da empresa

O DNA em engenharia pesou na escolha da INTECH para execução de uma obra que se tornaria um dos grandes destaques da empresa: a instalação de trecho do gasoduto Bolívia-Cuiabá para a Gasocidente do Mato Grosso.

Foram quatro travessias totalizando 1,6 km, com a ativação de um duto de aço carbono de 18” de diâmetro, cruzando rios como Paraguai, Cuiabá, Jauru e Padre Ignácio.

Os solos rochosos ou mangues não são obstáculos para a empresa. Prova disso é a construção e montagem do etenoduto Osduc-II Macaé-Duque de Caxias, da Petrobras, entre 2000 e 2001. O projeto inicialmente previa 25 perfurações, entretanto face a redução de custo e prazo, foram executados nada menos do que 63 cruzamentos e travessias sob rodovias e rios, empregando equipamentos de perfuração de pequeno e médio porte para a colocação de tubos de aço em solos em argila e rocha.



INTECH é única em shore approach no Brasil

Única empresa brasileira de engenharia a realizar projetos de shore approach ou aproximação de praia utilizando o método de perfuração horizontal direcional, a INTECH tem três grandes obras desse tipo em seu currículo. Elas ocorreram num espaço de cinco anos e foram executadas em projetos da a Petrobras. Os empreendimentos fazem parte do sistema de transporte de óleo e gás no estado do Espírito Santo. Entre os projetos está a ativação de duas linhas de dutos interligando o Campo de Fazenda Alegre ao Terminal Norte Capixaba. Localizado em São Mateus (ES), o terminal é responsável pelo escoamento do petróleo dos campos terrestres da Petrobrás no estado. A construção do oleoduto, iniciada em 2004, durou um ano e empregou dois furos de 28” de diâmetro, totalizando 775 m de extensão.

Em 2009, INTECH atuou na implantação de uma linha de dutos de aço carbono para condução de gás no Campo de Jubarte, ao norte da Bacia de Campos. O gasoduto interliga os Campos de Produção do Parque das Baleias até a praia do Além, no município de Anchieta. Nessa obra, foi necessária a instalação de uma coluna de tubos de aço carbono de 10” em solo rochoso. Para garantir a estabilidade do trecho inicial do furo, foi cravado um tubo camisa de aço de 30” de diâmetro e 83 m de comprimento.

A terceira obra foi a instalação de um duto de gás através da zona de arrebentação na praia de Cacimbas, para implantação do Sistema de Escoamento do Campo Marítimo de Camarupim, no município de Regência. Com diâmetro de 36”, o furo tem 887 m de extensão e comporta um tubo condutor de aço carbono de 24”.

Voltar

ESCRITÓRIO SÃO PAULO

Av. Adolfo Pinheiro, 1010 - cj 52
CEP 04734 002 - São Paulo - SP - Brasil
TEL: 55 (11) 2129-2100
FAX: 55 (11) 2129-2121

ESCRITÓRIO RIO DE JANEIRO

Av. Rio Branco, 156 - cj 1007
CEP 20040-901 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil

Intech Enegenharai Empresa Certificada
Copyright © Intech Engenharia - Todos os direitos reservados.