WEB News

Versão digital do Jornal Impresso INTECH News

Junho / Julho / Agosto - 2014 / Ano 3 / Número 15

BEM ESTAR

Vacina: viva com mais saúde, prevenindo-se de forma eficaz contra doenças comuns

Durante o outono – estação que começa em março e se estende até o final de junho –, as temperaturas mais amenas e a baixa umidade do ar são marcas registradas. Apesar do clima mais agradável se comparado à onda de calor presenciada no verão, esse período de tempo seco pode favorecer a proliferação de alergias e doenças pulmonares. E mais: sem os cuidados necessários, também oferece riscos aos olhos, um dos principais prejudicados pela estação.

De acordo com o Oftalmologista, Thiago Guimarães Pimenta, isso acontece porque o órgão pode ter a sua lubrificação natural prejudicada. “A camada de lágrima que recobre e protege os olhos sofre evaporação mais rapidamente.

Quando isso acontece, a proteção natural perde parte da eficiência, podendo piorar doenças já existentes e expondo os olhos a outros riscos”, diz. O tempo seco pode desencadear, ainda, a Síndrome do Olho Seco em pessoas susceptíveis ou piorar seus sintomas. “Essa síndrome é caracterizada pela produção insuficiente de lágrimas ou de lágrimas com pouca eficiência de proteção, devido a alterações na sua composição”, explica o médico. Devido ao contato das bordas palpebrais com filtros solares, cremes e maquiagem, o público feminino está mais sujeito à Síndrome do Olho Seco. Também são suscetíveis os usuários de lentes de contatos, idosos e pessoas que trabalham em ambientes com ar condicionado. Outro agravante desencadeado pelo clima do outono é o aumento da poluição do ar, que pode fazer com que partículas em suspensão atinjam os olhos, causando irritação ou contaminação. Dependendo do tamanho das partículas, elas podem ficar aderidas à córnea ou à conjuntiva, o que resulta em infecções como a ceratite ou conjuntivite.

Mas será que existem alguns cuidados que podem ser tomados para proteger os olhos nesse período? O médico Thiago G. Pimenta afirma que sim. “São medidas simples, mas importantíssimas como, por exemplo, evitar o contato das mãos com os olhos, uma vez que este contato pode levar impurezas ou bactérias, causando irritações”, aconselha.

Outro especialista que também alerta para esses cuidados é o Oftalmologista Richard Yudi Hida. Segundo ele, em casos de irritações, se torna extremamente importante consultar o médico. “Cada doença tem um tipo de medicamento e, se a pessoa fizer uso de medicação errada ou não realizar o tratamento completo, uma doença simples pode se tornar em um grande problema ocular”.



Confira abaixo algumas medidas que, de acordo com o Dr. Richard, podem ser adotadas para melhorar essa condição no dia-a-dia

•Durma bem. Dormir mal permite que a vista “se canse” mais rápido;
•Tenha uma boa alimentação, com alimentos ricos em vitamina A, E e ômega 3;
•Beba bastante líquido durante o dia;
•Caso os olhos comecem a ressecar e/ou coçar, procure seu oftalmologista. Não realize compressas gelada com soro fisiológico;
•Evite locais com ar condicionado sem manutenção adequada;
•Caso a “vista esteja cansada”, descanse por cinco minutos a cada hora de trabalho (feche os olhos por alguns segundos e olhe para o horizonte);
•Umidifique ambientes de sua casa com vasilhas d’água, toalhas úmidas e umidificadores de ar;
•Ácaros são causadores de alergias, portanto, deixe os ambientes de sua casa arejados, passe aspirador de pó e fique atento com a limpeza de seus bichos de estimação;
•O uso do microcomputador deve ser realizado com uma adequada altura, brilho e contraste. Não se deve exagerar no uso;
•Em caso de suspeita de conjuntivite, procure seu oftalmologista. Existem vários tipos de inflamação da conjuntiva (conjuntivite) que devem ser esclarecidos com seu médico para serem tratados de forma adequada;
•Realize limpeza dos cílios com shampoo neutro infantil, porém, converse com seu oftalmologista para a melhor orientação e objetivo deste tratamento.

Voltar

ESCRITÓRIO SÃO PAULO

Av. Adolfo Pinheiro, 1010 - cj 52
CEP 04734 002 - São Paulo - SP - Brasil
TEL: 55 (11) 2129-2100
FAX: 55 (11) 2129-2121

ESCRITÓRIO RIO DE JANEIRO

Av. Rio Branco, 156 - cj 1007
CEP 20040-901 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil

Intech Enegenharai Empresa Certificada
Copyright © Intech Engenharia - Todos os direitos reservados.