WEB News

Versão digital do Jornal Impresso INTECH News

Setembro / Outubro / Novembro - 2014 / Ano 3 / Número 16

INTERNACIONAL

Suecos executam maior furo com uso de HDD no norte da Europa

Com o avanço na tecnologia das perfuratrizes e a qualificação crescente das equipes de trabalho, novos recordes de perfuração são atingidos todos os anos. Na Escandinávia, a BAB Rörtryckning AB, empresa sueca conquistou uma vitória em tempo e distância. E com um obstáculo inesperado: camadas espessas de gelo. As informações são da Herrenknecht Ag, fabricante alemã de equipamentos de perfuração, e foram divulgadas na edição de agosto desse ano da tradicional revista Trenchless Technology.

Contratados para instalar dutos de esgoto e água potável sob um trecho do Lago Länna Kyrksjö, a 70 km de Estocolmo, a equipe concluiu três furos com a tecnologia de perfuração horizontal direcional (HDD), sendo um deles com 1.385 metros, o maior em comprimento de toda a Escandinávia. A instalação dos dutos foi concluída em apenas três meses, possibilitando que o projeto todo seja entregue em 2015. Para isso, foi adotada uma perfuratriz de 150 toneladas de força de tração. Futuramente, a SVEAB, responsável pelo projeto, planeja alimentar esse duto com água de outros lagos, caso do Mälaren, mais ao oeste da região.

O primeiro furo piloto teve como objetivo instalar um duto de 700 metros para transporte de água potável, passando pelo leito do lago e conectando ao duto fixo da margem oposta. Após dois dias de operação, uma mudança climática repentina fez com que a temperatura despencasse 25 graus C, resultando no congelamento da superfície da água. Segundo, Magnus Tingstrand, da BAB, a equipe precisou lutar ininterruptamente contra o gelo por quase duas semanas, usando quatro embarcações para quebrar a camada de água congelada e poder levantar a broca, instalar o alargador e conectar o duto de 28 polegadas, que também estava congelado.

Após alguns dias de descanso, em janeiro de 2013, a equipe prosseguiu para o segundo furo, desta vez para passagem de esgoto, contendo dois tubos de polietileno, de 355 mm de diâmetro cada. Novamente, a intempérie mostrou-se desafiadora, com temperaturas negativas de -27 graus C. “Gastamos um dia inteiro somente para limpar o local de gelo e neve”, completa Tingstrand. Mesmo assim, a equipe conseguiu quebrar um recorde ao terminar um furo piloto de 1,38 km, a uma velocidade de 457 metros por dia, conquistando o furo mais longo de HDD já feito em toda a Escandinávia – e isso sob condições extremas do ambiente.



HDD entre os Vikings

Região geográfica e histórica do norte da Europa, a Escandinávia inclui, de forma ampla, a Dinamarca, a Suécia e a Noruega, além da Finlândia, ilhas Feroé e a Islândia. Além do frio, a região é marcada pela presença dos Vikings no passado e pelo alto grau de desenvolvimento econômico e social.

CONTEÚDO EXCLUSIVO DO SITE

Empresa usa perfuração horizontal direcional em projeto de gás

As distantes terras da Austrália representam 10% das reservas mundiais de carvão mineral, utilizado como combustível para geração de energia. Somente nos anos fiscais de 2008 e 2009, foram extraídas mais de 487 milhões de toneladas das jazidas australianas. No entanto, a abertura de minas pode resultar na liberação de gás de carvão, ou hulha, que também pode servir para gerar energia. Além disso, o gás pode causar explosões e colocar em perigo toda a área.

Para fazer a retirada do estrato de gás, a mineradora responsável pela operação, optou pela Perfuração Horizontal Direcional (HDD) nessa operação, desafio aceito pela fabricante alemã de perfuratrizes, Prime Drill.

De acordo com publicação na Trenchless Technology Online, no dia 22 de agosto de 2014, a empresa ficou responsável pelo fornecimento das máquinas e a complicada operação. Para Ralf Kiesow, diretor de Vendas e Serviços da Prime Drilling, os furos horizontais foram um grande desafio para a empresa e pôs à prova toda a experiência de projetos anteriores. Segundo Kiesow, duas perfuratrizes HDD, de 100 toneladas de força de tração cada, foram importadas para a região da jazida, onde trabalharam em furos cegos com diâmetro de 3,5 polegadas e a profundidades de até 350 metros e 1.800 metros de distância. O objetivo é passar os furos horizontais pelos estratos de carvão, para fazer a pré-drenagem da camada e transportar a água para furos verticais, de onde é drenada. O sistema é conhecido como Surface to In-Seam (SIS). O bombeamento da água alivia a pressão do solo e auxilia na saída do gás.

Na avaliação do especialista, para fazer com que os dois furos, horizontal e vertical, se encontrem, são utilizados transmissores de referência e receptores para direcionar o furo de forma correta, tecnologia utilizada no caso para facilitar a conclusão do projeto, perfurando os 1,8 km em apenas uma semana e meia.

Voltar

ESCRITÓRIO SÃO PAULO

Av. Adolfo Pinheiro, 1010 - cj 52
CEP 04734 002 - São Paulo - SP - Brasil
TEL: 55 (11) 2129-2100
FAX: 55 (11) 2129-2121

ESCRITÓRIO RIO DE JANEIRO

Av. Rio Branco, 156 - cj 1007
CEP 20040-901 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil

Intech Enegenharai Empresa Certificada
Copyright © Intech Engenharia - Todos os direitos reservados.