WEB News

Versão digital do Jornal Impresso INTECH News

Março, Abril, Maio/ 2012 / Ano2 / Número 6

INTERNACIONAL

Os ‘gringos’ da INTECH aportam em Papua Nova Guiné

A INTECH Engenharia é parceira da companhia francesa HDI (Horizontal Drilling International), com a qual realiza obras de instalação de dutos de óleo e gás em diversos países do mundo. Recentemente, a companhia brasileira participou de obra contratada pela Exxon Mobil na Papua Nova Guiné (PNG), um dos países com maior identidade cultural do mundo e para onde enviou três profissionais: o operador de reciclagem Joelzito Silva, o operador de pipe sider José Antônio Muniz e o soldador Cleunâncio Costa de Oliveira.

Os profissionais da INTECH participaram da perfuração direcional para travessia de 900 metros sob o Rio Kikori. Trata-se da maior travessia de rio prevista para o projeto e que exigiu acompanhamento cuidadoso da equipe. “Puxamos tubulações de até 32 polegadas com tremendo sucesso”, adianta Cleunâncio Oliveira. A comemoração do soldador se explica pelo solo adverso encontrado no local, com características de fraturas e que exigiram análise de superfície full time do trecho a ser perfurado.

Quando o assunto é adversidade, o transporte do equipamento até o canteiro de obras também merece destaque. O processo começou no segundo semestre de 2011 e durou mais de três meses, pois exige a passagem ordenada pela zona de mercado mais próxima que no caso da Papua Nova Guiné, são a China e a Austrália. Distância, aliás, é uma característica desse país, cuja única fronteira terrestre se dá com a Indonésia, em um trecho de 820 km.



Foi esse distanciamento que Cleonâncio conheceu de perto. “Partimos de São Paulo para Dubai, de onde seguimos para outra escala em Cingapura para só então irmos para Porto Moresby, que é a capital da Papua Nova Guiné”, diz ele. “De lá em diante, tivemos mais 2 horas de viagem por helicóptero até o canteiro de obras”, complementa Cleonâncio com o entusiasmo de quem tripulou esse tipo de aeronave pela primeira vez.

Choque cultural

O percurso de ida durou cerca de 37 horas, sem contar o translado feito ainda no Brasil. Sergipano da cidade de Estância, casado e pai de três filhos, Cleonâncio se deslocou para São Paulo, de onde partiu o voo internacional. Ele foi escolhido para essa missão devido à sua experiência profissional – adquirida em mais de 10 anos de contribuição com a INTECH e que lhe garante um currículo recheado de viagens nacionais e de uma experiência internacional em Marrocos. “Mas nada foi parecido com o que vimos em Papua Nova Guiné”, diz ele, começando com comentários sobre a comida. “Havia umas carnes desconhecidas – que desconfiamos ser de cachorros. Então, um pouco esperto como sou, não sai do frango, que não gerava dúvidas”, completa ele acrescentando que o cardápio era complementado por arroz, milho e outros grãos.

Mas o choque cultural foi bem além da culinária, como revela o soldador da INTECH. “A Papua Nova Guiné abriga diversas tribos indígenas, sendo algumas canibais, e vimos cenas indescritíveis”, diz. “Eles têm outros costumes que também são inusitados para nós. Um deles é o de mascar a folha de uma determinada palmeira que deixa os lábios avermelhados e causa efeitos alucinógenos. Isso, inclusive, gerou alguns problemas com os nativos que trabalhavam no canteiro de obras, pois quiseram proibi-los dessa prática e não conseguiram. Eles alegavam que se tratava de um rito popular e da preservação cultural”, explica Cleonâncio.



Voltar

ESCRITÓRIO SÃO PAULO

Av. Adolfo Pinheiro, 1010 - cj 52
CEP 04734 002 - São Paulo - SP - Brasil
TEL: 55 (11) 2129-2100
FAX: 55 (11) 2129-2121

ESCRITÓRIO RIO DE JANEIRO

Av. Rio Branco, 156 - cj 1007
CEP 20040-901 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil

Intech Enegenharai Empresa Certificada
Copyright © Intech Engenharia - Todos os direitos reservados.